Estilo de Vida

Energia Eólica: a caçada pelos ventos!

Dados técnicos:
Título: Energia Eólica: a caçada pelos ventos!
Categoria: documentário
Direção e Produção: Thomas Bauer
País: Brasil
Ano: 2013
Duração: 25’32”

Sobre o que fala:
O documentário aborda os diversos impactos causados pela implantação de Parques Eólicos no estado da Bahia. Retrata a situação de municípios no interior da Bahia que foram escolhidos para receberem estes empreendimentos, em razão do grande potencial eólico da região. Classificada e vendida pelo governo e por empresas como uma fonte de energia limpa, por não emitir poluentes na atmosfera, este tipo de geração de energia também apresenta vários aspectos sujos. O filme expõe justamente o lado negativo que envolve a implantação de torres gigantes com aerogeradores de energia eólica, relatando não só impactos sociais e ambientais, como também impactos econômicos.
Do ponto de vista ambiental aponta questões como: atividades irregulares em áreas de Unidades de Conservação, supressão de vegetação, impermeabilização de solo, influência nas rotas de aves migratórias, perda de fauna e de flora, entre outros. Sob o aspecto social, os Parque Eólicos trazem problemas como: poluição sonora, relações desiguais entre empresas e moradores locais, contratos abusivos, invasões e grilagem de terras, etc. Inclusive economicamente, o documentário conta que após a conclusão da implantação dos geradores, os mesmos permaneceram parados e ainda assim as empresas tinham garantida sua renda fixa. Ou seja, os contribuintes estavam pagando às grandes empresas por uma energia que não estava sendo produzida.

Reflexões sugeridas:
1. O que você entende como progresso? Que fatores devem ser considerados?
2. Qual a sua opinião sobre a realidade mostrada no filme?
3. Se você se imaginar como um dos moradores entrevistados ou como um dos animais afetados, manteria a mesma opinião?
4. Quais formas de geração de energia seriam adequadas ao modelo de desenvolvimento sustentável?
5. O que você pode fazer para reduzir a sua pegada energética?

O que você pensa sobre isso?